Álvaro Damião

Coluna do Álvaro Damião

Veja todas as colunas

Acorda, Galo! 

10/09/2019 às 10:30

Bruno Cantini / Atletico

O Atlético tem uma semana cheia para poder se preparar para o próximo jogo do Campeonato Brasileiro. O time alvinegro só volta a entrar em campo no domingo (15), quando recebe o Internacional, no Independência. 

O que era para ser um jogo “comum” se tornou importante para o Galo. O time de Rodrigo Santana está há quatro partidas sem vencer. A última vitória foi diante do Fluminense, por 2 a 1, no Horto.

No último domingo (08), na derrota para o Botafogo, o time não jogou mal, mas os erros individuais foram primordiais para que a vitória não viesse. Nada que não possa ser trabalhado durante esta semana para que na partida contra o Internacional o time volte a pontuar na tabela. 

E por falar no time gaúcho, vale destacar que as atenções do Internacional estarão todas voltadas para a finalíssima da Copa do Brasil. Arrisco, inclusive, a dizer que o técnico Odair Hellman deve relacionar um time reserva para viajar para Belo Horizonte. Mas esta não deve ser a preocupação do Galo. 

O técnico Rodrigo Santana precisa preparar o elenco para jogar sem se preocupar com as prioridades do Inter, afinal, isso não é problema alvinegro. Uma informação que acho relevante destacar é que o trio gringo dos Colorados, D’alessandro, Nico López e Paolo Guerreiro, é responsável por quase um terço dos gols do Internacional nesta temporada. Dos 65 gols, 21 foram marcados por eles. Ou seja: de olhos neles! 

E deixo aqui o meu puxão de orelha para o “bom pastor”. Ricardo Oliveira tem apenas um gol marcado nos últimos 21 jogos. E olha que mesmo assim o camisa 9 do Galo ainda é o artilheiro, com 14 gols marcados. Para não ser injusto, o puxão de orelha se estende para Alerrandro, que não marca há sete partidas, e Papagaio, que nem balançou as redes ainda. Está na hora dessa turma acordar e ajudar o Galo! 

Quanto a Cazares e seus problemas extracampo, espero que o jogador coloque a cabeça no lugar e reflita sobre o que anda fazendo com a sua carreira. E não estou dizendo sobre as acusações de agressão, isso a justiça prova se houve ou não, me refiro ao fato de não estar contribuindo em campo e levando uma vida particular agitada. É preciso um pouco mais de identificação com o clube, entrega dentro de campo. 

Tamo junto e até a próxima!

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link